Internacional

GOLPE NA BOLÍVIA

Bolívia: contra o golpe de Estado, pela auto-organização dos trabalhadores, camponeses, povos indígenas e popular

Divulgamos uma declaração da Liga Obrera Revolucionaria da Bolívia (LOR-CI), organização irmã do MRT, frente à coroação do golpe após a auto-proclamação de Jeanine Áñez como presidenta do país.

quinta-feira 14 de novembro| Edição do dia

Após uma escalada direitista, nesta terça-feira (13) o golpe cívico policial e militar foi coroado com a auto-proclamação de Jeanine Áñez como presidenta do país. Nesta terça e quarta-feira, aconteceram mobilizações massivas que rejeitam Añez e denunciam o golpe. Diante dessa situação de crise política, divulgamos a declaração da Liga Obrera Revolucionaria da Bolívia (LOR-CI), uma organização pertencente à Fração Trotskista - Quarta Internacional e parte da rede internacional Esquerda Diário.

El Alto tornou-se a principal força de resistência ao golpe de estado, que foi coroado ontem com a posse de Jeanina Añez como nova presidenta, acompanhada pela repressão exercida por policiais e militares, contra os quais resistimos.

Da Liga Obrera Revolucionária (LOR-CI), organização de trabalhadoras, trabalhadores e estudantes, repudiamos esse golpe e nos unimos ativamente à resistência que vocês lideram. Acreditamos que o MAS também é responsável por esse cenário, porque a direita reacionária recuperou força graças a muitas de suas políticas e hoje eles entregaram o país ao bloco civil, policial e militar, sem terem lutado.

Está na hora de nós, a classe trabalhadora e os camponeses, os povos indígenas, nos organizarmos por uma saída dessa crise política, que realmente responda aos nossos interesses, os dos setores mais pobres. Não podemos confiar nos partidos burgueses do regime, que já nos mostraram quem eles representam. Não esqueçamos quem são aqueles que, sob qualquer governo, nos reprimem e matam, como já fizeram: não podemos confiar no comandante das forças armadas, em Kaliman, nos militares ou na polícia. Agora devemos promover mais do que nunca uma Assembleia Constituinte Livre e Soberana, que, ao contrário de 2008, represente a grande maioria da população pobre.

Abaixo o golpe de estado da direita fascista!

Pela auto-organização da classe trabalhadora, camponeses, indígenas, estudantes e setores populares, independentemente dos partidos burgueses, da polícia e dos militares assassinos!

RECUPEREMOS AS DEMANDAS DE OUTUBRO, EM UMA CONSTITUINTE, LIVRE E SOBERANA!

LOR-CI (Liga Obrera Revolucionaria por la Cuarta Internacional)




Tópicos relacionados

Golpe de Estado Bolívia   /    Evo Morales   /    Bolívia   /    Internacional

Comentários

Comentar