Sociedade

COLAPSO NA SAÚDE PÚBLICA NO AMAZONAS

BARBÁRIE: pacientes com Covid em estágio grave são amarrados em macas por falta de sedativos

Pacientes com Covid em estágio grave estão sendo amarrados à macas por falta de sedativos no Amazonas.

terça-feira 23 de fevereiro| Edição do dia

Foto: MNPCT

O descaso do governo de Bolsonaro, junto com os governadores, chega em estágio extremo no Amazonas, pacientes com complicações graves causadas pela Covid, por falta de medicações sedativas estão sendo amarrados a macas. Enquanto o governo, o congresso e o STF estão mais preocupados com seus próprios interesses, os trabalhadores estão sendo duramente impactados pela crise sanitária instaurada no país e no mundo.

No Hospital Municipal Jofre Cohen, em Parintins, pacientes com sintomas de Covid, estão entubados e inconscientes em estágio grave. Segundo os profissionais da área o ocorrido se dá devido à falta de medicamentos de sedativos. A presidente da associação de medicina intensiva brasileira relatou que tal procedimento não é incorreto, o que na realidade é uma verdadeira crueldade com os trabalhadores que necessitam de um tratamento adequado de saúde.

Além desse descaso completo com a vida de quem necessita do atendimento público de saúde, as empresas farmacêuticas, grandes empresas milionárias, também são responsáveis pela situação que se encontra os pacientes no Amazonas, segundo os profissionais da saúde, as empresas pararam de fornecer os sedativos, isso em um momento delicado da pandemia que o aumento de contaminados e números de óbitos só aumentam, ou seja, os pacientes com Covid em estágios graves vão permanecer até quando amarrados em macas pela ausência do governo e das empresas farmacêuticas?

Como já foi dito em inúmeras notas aqui no Esquerda Diário, os profissionais da saúde trabalharam e trabalham em condições ultra precárias nesses meses pandêmico, o descaso do Amazonas deixa 338 pacientes na fila de espera pela UTI, fora os outros 400 pacientes aguardando remoções para outros estados.

A secretária de saúde do Amazonas, covardemente declarou que no própria sábado (21), tinha enviado os sedativos para o hospital, o que é uma verdadeira falácia frente as condições absurdas de trabalho dos profissionais da saúde e o atendimento sucateado aos pacientes que necessitam do sistema público de saúde.

Nessa pandemia ficou claro aos olhos de todos que as irracionalidades capitalistas tem um único alvo, que são os trabalhadores. Bolsonaro, é um negacionista desde do primeiro dia que o Brasil teve seu primeiro óbito e contaminado por Covid, esse é o mesmo presidente que diz não ter dinheiro para a saúde e educação, mas gasta 15 milhões em compras apenas com leite condensando. Com 15 milhões se compra quantos sedativos?

Todo nosso ódio a crueldade e barbárie capitalista! A ganância dos ricos e dos governos põem em risco a vida dos trabalhadores!




Tópicos relacionados

Golpistas   /    Crise na Saúde   /    COVID-19   /    Pandemia   /    Que os capitalistas paguem pela crise!   /    Amazonas   /    Sociedade

Comentários

Comentar